Fénix  Webmail  |  Moodle  |  Candidatos | 

Portfolio (2)

Seminário Direito à Cidade

Seminário Direito à Cidade

O GESTUAL-CIAUD-FAUL está a organizar o Seminário “Direito à Cidade”, que se irá realizar na Faculdade de Arquitetura, entre os dias 05 e 08 de Dezembro de 2018. Este evento decorre no quadro de dois projetos de investigação conduzidos pelo GESTUAL, sob a coordenação da Professora Isabel Raposo: um em conclusão, “Subúrbios Habitacionais no espaço da lusotopia”; e outro, que se inicia agora, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e pela Fundação Aga Khan, “África Habitat: da sustentabilidade do habitat à qualidade do habitar nas margens urbanas de Luanda e Maputo”.
O seminário inclui palestras, mesas redondas com teóricos, especialistas e ativistas, em torno de cinco grandes temas, tendo o espaço da lusotopia como território de estudo: a noção de Direito à cidade; a Nova Geração de Políticas de Habitação em Portugal e o direito à habitação e à cidade; as práticas contra-hegemónicas emergentes de produção coletiva de outro espaço, através de contra-planos e contra-projetos; as intervenções inclusivas e/ou subversivas no espaço público; o papel do ensino e da extensão universitária na ótica da produção coletiva de outra cidade e outra arquitetura. Será ainda lançado um apelo a comunicações científicas e à discussão em painéis temáticos em torno destes grandes temas. O debate alargado permeará todo o seminário, que incluirá visitas de estudo e manifestações culturais e culminará na construção de um manifesto coletivo.

SOBRE O TEMA:
Com a crescente mercantilização da cidade no quadro da lógica de acumulação capitalista, agravada em situação de financeirização da economia, que se estende ao espaço urbano e à habitação, assiste-se ao agravamento da segregação e fragmentação socioespacial e à explosão das periferias, em grande parte desqualificadas. Ao mesmo tempo, afirma-se uma consciência crescente dos direitos dos cidadãos e o espaço urbano torna-se palco de múltiplas insurgências em vários lugares do mundo. Reclama-se contra a falta ou a perda de direitos no quadro de uma urbanização neoliberal, marcada pela violência crescente do mercado e, tantas vezes, por uma gestão pública reprodutora da lógica capitalista.
Neste ano de 2018, cinquentenário da primeira edição do manifesto de Henri Lefebvre – Le droit à la ville (1968) –, a noção de Direito à cidade tem sido crescentemente apropriada pelos movimentos sociais urbanos, mas também por diversos discursos sobre a transformação da realidade urbana, com diferentes significados, mais ou menos emancipatórios, vindos da academia, do poder político local e nacional ou das organizações internacionais. Nas múltiplas e diversificadas ações e reações e nos múltiplos discursos diferentes ou contraditórios, configuram-se distintos futuros. Neste seminário pretende-se contribuir para a reflexão teórica sobre a noção do direito à cidade e sobre a sua pertinência hoje para aprofundar a análise crítica do urbano neoliberal, superar a lógica dominante do mercado e do valor de troca e ampliar o campo do possível, reinventando a cidade como obra coletiva e imaginando uma outra sociedade urbana, governada pelo valor de uso, mais justa e inclusiva.
Mais informação em http://direitoacidade.fa.ulisboa.pt/

Date

02 outubro 2018

Tags

Eventos, Notícias

A FA está mais perto de ti

icon facebook icon twitter icon instagram icon youtube icon linkedin

 

©2018 Gabinete de Comunicação e Gabinete Multimédia da FA-ULisboa

Search