fbpx

Outgoing (da FA.ULisboa para uma Instituição no estrangeiro)

Se procuras uma experiência no estrangeiro para enriquecer o teu percurso académico, podes consultar abaixo toda a informação disponível.


Contactos

Gabinete de Mobilidades e Saídas Profissionais

     Átrio Edificio 1 

    (+ 351) 213 615 080 | 213 615 872 | 213 615 858 

    gmobilidades@fa.ulisboa.pt

Erasmus +


O Erasmus+ é o programa da UE nos domínios da educação, da formação, da juventude e do desporto para o período de 2021-2027. A educação, a formação, a juventude e o desporto são domínios fundamentais que apoiam os cidadãos no seu desenvolvimento pessoal e profissional. Em última análise, quando o ensino e a formação, bem como a aprendizagem informal e não formal, são inclusivos e de elevada qualidade, proporcionam aos jovens e aos participantes de todas as idades as qualificações e aptidões necessárias para que participem de forma significativa na sociedade democrática, na compreensão intercultural e numa transição bem-sucedida para o mercado de trabalho. 
Com base no êxito do programa no período de 2014-2020, o Erasmus+ intensifica os seus esforços para aumentar as oportunidades oferecidas a mais participantes e a um leque mais vasto de organizações, centrando-se no seu impacto qualitativo e contribuindo para sociedades mais inclusivas e coesas, mais ecológicas e preparadas para a era digital. O programa Erasmus+ permite a realização de atividades de mobilidade entre instituições de Ensino Superior europeias, possibilitando a mobilidade de estudantes, recém-graduados, docentes e não-docentes, para períodos de aprendizagem, de ensino e de formação. Os estudantes poderão desenvolver as suas mobilidades em IES europeias com acordos interinstitucionais estabelecidos com a FA, através de duas modalidades:
  • Mobilidades de Estudantes para Estudos (SMS)
  • Mobilidades de Estudantes para Estágios (SMT)

Mobilidades de Estudantes para Estudos (SMS)


 
O programa proporciona a frequência de um período de estudos com pleno reconhecimento académico, numa instituição de ensino superior sediada num país da União Europeia ou em outros países da Europa que entraram para o Programa. O Erasmus+ permite aos estudantes usufruir de uma experiência internacional que os valorizará não só, nas áreas académica e científica, como também na componente pessoal, através do enriquecimento dos seus conhecimentos linguísticos, culturais e sobre o sistema de ensino de outros países europeus.
Os estudantes participantes nesta iniciativa podem efetuar períodos de estudo em mobilidade numa instituição com a qual exista um acordo bilateral Erasmus, por uma duração mínima de 3 meses (90 dias) e, máxima de 12 meses. As mobilidades devem realizar-se durante o período vigente do ano letivo.
Existe, ainda, a ação International Credit Mobility Erasmus+ (ICM), que tem como objetivo principal o aprofundamento de cooperação académica entre IES Europeias e IES do resto do mundo.
Elegibilidade

Os estudantes podem fazer o número de mobilidades (para estudos e/ou para estágio) que lhes seja possível, no âmbito do ciclo de estudos que frequentam. Esta mobilidade não pode ultrapassar os 12 meses, no total (conjunto do período de mobilidades para estudos, para estágios e como recém-graduados), dentro do mesmo ciclo de estudos.

Caso já tenham realizado mobilidade no âmbito do programa LLP-Erasmus, dentro do mesmo ciclo de estudos, a duração total da mobilidade realizada, desconta nos 12 meses de mobilidade a que têm direito no âmbito do Erasmus+.
Podem candidatar-se ao programa Erasmus+ os estudantes de qualquer ciclo de estudos conferente de grau (licenciatura, mestrado ou doutoramento), de acordo com os seguintes requisitos:
> 1.º ciclo - alunos das licenciaturas e do mestrado integrado, que tenham completado 60 créditos ECTS, a frequentar o 2.º ano no momento da candidatura, concorrendo para uma mobilidade a efetuar no 3.º ano;
> 2.º ciclo:
> Alunos dos mestrados integrados, a frequentar o 3.º ano,  para uma mobilidade a efetuar no 4º ano;
> Alunos a frequentar o 4.º ano, desde que tenham ingressado na FA apenas para o 2.º ciclo, podendo candidatar-se apenas a uma mobilidade semestral, a decorrer no 1.º semestre do 5º ano. 
> Alunos dos mestrados não-integrados, a frequentar o 2.º semestre, para uma mobilidade a decorrer no 3.º semestre;
> Alunos de doutoramento inscritos ou com a unidade curricular de seminário de projeto de tese concluída, quando o prazo para concluir o doutoramento seja superior ao período de mobilidade.
Nota: Os doutorandos só poderão efetuar a mobilidade com a unidade curricular de seminário de projeto de tese aprovada e só poderão requerer a defesa de tese após o regresso da mobilidade.
Não são permitidas mobilidades para o país de residência oficial do estudante, se o estudante não for português.

Mobilidades de Estudantes para Estágios (SMT)


 
O Programa Erasmus+, na vertente Estágios, pretende fomentar a atualização de conhecimentos e proficiências dos/as estudantes e recém-graduados à procura de emprego, investindo na sua formação em contexto de trabalho europeu, providenciando os apoios e aconselhamento necessários ao seu processo de inserção profissional e desenvolvimento de competências em contexto internacional, estimulando o plurilinguismo e a interculturalidade e favorecendo o desenvolvimento de competências pessoais e sociais, bem como qualidades de gestão e de iniciativa, que permitam uma aprendizagem plena ao longo da vida com um elevado grau de autonomia no conhecimento de línguas e culturas estrangeiras.

Programa de Intercâmbio ou Protocolos diretos da FA.ULisboa


 
O programa de Intercâmbio também proporciona a frequência de um período de estudos com pleno reconhecimento académico, numa instituição de ensino superior sediada num país fora do âmbito da União Europeia e adota as mesmas características do programa Erasmus. Não existem bolsas previstas para as mobilidades efetuadas neste âmbito.
Elegibilidade

Os estudantes podem fazer o número de mobilidades (para estudos e/ou para estágio) que lhes seja possível, no âmbito do ciclo de estudos que frequentam. Esta mobilidade não pode ultrapassar os 12 meses, no total (conjunto do período de mobilidades para estudos, para estágios e como recém-graduados), dentro do mesmo ciclo de estudos.

Caso já tenham realizado mobilidade no âmbito do programa LLP-Erasmus, dentro do mesmo ciclo de estudos, a duração total da mobilidade realizada, desconta nos 12 meses de mobilidade a que têm direito no âmbito do Erasmus+.
Podem candidatar-se ao programa Erasmus+ os estudantes de qualquer ciclo de estudos conferente de grau (licenciatura, mestrado ou doutoramento), de acordo com os seguintes requisitos:
> 1.º ciclo - alunos das licenciaturas e do mestrado integrado, que tenham completado 60 créditos ECTS, a frequentar o 2.º ano no momento da candidatura, concorrendo para uma mobilidade a efetuar no 3.º ano;
> 2.º ciclo:
> Alunos dos mestrados integrados, a frequentar o 3.º ano,  para uma mobilidade a efetuar no 4º ano;
> Alunos a frequentar o 4.º ano, desde que tenham ingressado na FA apenas para o 2.º ciclo, podendo candidatar-se apenas a uma mobilidade semestral, a decorrer no 1.º semestre do 5º ano. 
> Alunos dos mestrados não-integrados, a frequentar o 2.º semestre, para uma mobilidade a decorrer no 3.º semestre;
> Alunos de doutoramento inscritos ou com a unidade curricular de seminário de projeto de tese concluída, quando o prazo para concluir o doutoramento seja superior ao período de mobilidade.
Nota: Os doutorandos só poderão efetuar a mobilidade com a unidade curricular de seminário de projeto de tese aprovada e só poderão requerer a defesa de tese após o regresso da mobilidade.
Não são permitidas mobilidades para o país de residência oficial do estudante, se o estudante não for português.

Programa Almeida Garrett


 
O Programa Almeida Garrett é um programa de mobilidade nacional de estudantes do ensino superior público universitário, visando promover a qualidade e reforçar a dimensão nacional do Ensino Superior. No quadro da mobilidade de estudantes, o Programa Almeida Garrett oferece a possibilidade de efetuar um período de estudos, com pleno reconhecimento académico, numa universidade pública portuguesa.
Informações
Os estudantes que participam neste Programa apenas pagam propinas na respetiva Universidade de origem. Não existe a atribuição de bolsas de estudo para apoiar a mobilidade dos alunos selecionados.
 
Duração da Mobilidade : um semestre 
Nos cursos de 1.º Ciclo a mobilidade apenas pode realizar-se a partir do 2.º ano e desde que o estudante já tenha realizado pelo menos 60 ECTS. Nos cursos de 2.º Ciclo, a mobilidade só pode ocorrer no 2.º semestre. Os estudantes apenas podem efetuar um único período de mobilidade em universidades nacionais.

IAESTE


A IAESTE (International Association for the Exchange of Students for Technical Experience) é uma organização internacional presente em mais de 80 países, em cinco continentes. Fundada em 1948, a IAESTE proporciona a mobilidade de estudantes do ensino superior entre os países participantes, para a realização de estágios remunerados, em ambiente profissional, na sua área de formação. 

O programa IAESTE é baseado num sistema de trocas de estágios entre os vários países, através das suas representações nacionais - Secretariado Nacional IAESTE. Em Portugal, o secretariado está sedeado no Instituto Superior Técnico (IST) da Universidade de Lisboa (ULisboa) desde 1965. A estrutura nacional, em termos administrativos e financeiros, é apoiada por vários centros de inscrição.

O centro de inscrição dos serviços centrais permite a participação dos estudantes da Faculdade de Arquitetura, para além das outras escolas da Universidade.

Caracterização dos Estágios

Os estágios têm uma duração mínima de 6 semanas. Habitualmente, a duração média é de 3 meses, podendo estender-se até ao máximo de 12 meses. A maior parte dos estágios decorre em língua inglesa.

Os estágios são remunerados, pelo que os estagiários recebem um salário correspondente ao nível de vida do país, permitindo cobrir os custos com a alimentação, o alojamento e os transportes locais.

BIP - Blended Intensive Programmes


Os BIP - Blended Intensive Programme são uma forma inovadora de aprendizagem, ensino e formação, que visam oferecer uma experiência intensiva, de curta duração, combinando componentes físicas e virtuais. Estes programas são desenvolvidos e implementados por um mínimo de três Instituições de Ensino Superior (IES) provenientes de pelo menos três Estados-Membros da União Europeia e de países terceiros associados ao Programa, sendo financiados pelo programa de mobilidade Erasmus+. A duração mínima da componente virtual não está definida, mas a mobilidade combinada virtual e física deve atribuir, no mínimo, três créditos ECTS aos estudantes.

Calls

HS Mainz in collaboration with Universidad de Sevilla and Universidade de Lisboa

  • International Workshop - Upcycling City Centers (06-10 May 24)

 

 International workshop                                                                                                                                          

 

Search